Rádio Jornal

x

INTOLERÂNCIA

MPPE instaura inquérito contra Michele Collins após postagem preconceituosa

Uma postagem feita pela vereadora Michele Collins gerou polêmica após ela atacar Iemanjá, orixá cultuada pelas religiões de matrizes africanas

Publicado em

Rádio Jornal

Foto: Reprodução/ Facebook

A vereadora do Recife Michele Collins (PP) se tornou alvo de um inquérito do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) que apura se a parlamentar praticou o crime de de violação à liberdade religiosa das diversas Comunidades de Terreiro. A decisão foi publicada pelo Diário Oficial do sábado (10). 

A parlamentar gerou polêmica após uma postagem no seu perfil do Facebook em que dizia estar “quebrando a maldição de Iemanjá lançada contra nossa terra em nome de Jesus”, dois dias após a festa que reverencia a orixá cultuada pelas religiões de matrizes africanas.

Confira abaixo a postagem feita pela vereadora Michele Collins

De acordo com o MPPE, a violação teria sido cometida no evento “Seminário de Intercessão em Recife”, promovido pela Igreja Família 61 no dia 3 de fevereiro, na praia de Boa Viagem, no Recife.

Foto: André Nery/ Acervo JC Imagem

Segundo a decisão, a parlamentar deverá comparecer à 7ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania, Promoção e Defesa dos Direitos Humanos para prestar esclarecimentos em uma data ainda ser marcada.



A abertura do inquérito foi decidida pelo 7º Promotor de Justiça de Defesa da Cidadania, Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Westei Conde y Martin Junior. Entre as várias considerações que basearam a sua decisão, o magistrado registrou a publicação polêmica da parlamentar nas redes sociais, que foi apagada depois pela vereadora.

O promotor convocou representantes da Igreja Família 61, da Comunidade de Terreiro Axé Àse Òrisànlá Tàlábí e diversas Comunidades de Terreiro no Estado para prestarem esclarecimentos.

Segundo a vereadora Michele Collins, ela ainda não foi notificada e aguardará receber a decisão. 

Os advogados Pedro Josephi e Daniela Portella já haviam protocolado uma representação na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal do Recife contra Michele Collins na última quinta-feira (8). Segundo eles, a parlamentar teria cometido crimes contra o sentimento religioso, de injúria e de intolerância religiosa.

MAIS NOTÍCIAS

Quer receber notícias pelo whatsapp?