Rádio Jornal

x

Santa Cruz

Após anúncio de atacante, Santa Cruz busca mais 4 atletas no mercado

Após anúncio de Fabinho Alves, Constantino Júnior, presidente do Santa Cruz, confirmou que o clube ainda visa quatro reforços

Publicado em

Rádio Jornal
Antônio Gabriel | Twitter: @reporterantonio

Atacante Fabinho Alves, 31, reforça o Santa Cruz para a temporada 2018
Reprodução/Criciúma

Após o anúncio do atacante Fabinho Alves, o presidente do Santa Cruz, Constantino Júnior, confirmou que o clube coral ainda busca mais quatro jogadores no mercado da bola. A prioridade é uma zagueiro, mas um atacante de área, um volante e outro atacante de lado de campo, ainda estão em pauta, segundo o mandatário coral. 

"Precisamos de no mínimo mais um zagueiro. São jogadores que acabam levando muitos cartões, sabemos de rotatividade. Precisamos de um atacante de área, mais um de lado e mais um volante. Não é fácil, precisamos contar com a previsão orçamentária. O elenco tem respondido, não pela última vitória mas pelo ambiente e dia a dia que está sendo criado", disse Constantino Júnior em entrevista à Rádio Jornal. 

O novo reforço do Santa Cruz, Fabinho Alves, tem 31 anos e foi formado pela base do Cruzeiro. Ele passou pela Chapecoense, Criciúma e estava no Volta Redonda/RJ. Constantino Júnior deu ênfase a importância do jogador no elenco coral e destacou as características procuradas pelo clube.



"Estamos trazendo um atacante de lado, para poder colocar fogo. Temos poucas opções de jogador assim, o mercado está desaquecido com jogadores nesse estilo. Fabinho é um velocista, trabalha muito em função de dar assistências. Procura um jogador bem posicionado para servir. Ele foi formado pelo Cruzeiro, tem uma rodagem e boa experiência, vai nos ajudar na temporada 2018", comentou o presidente. 

Indisciplina dentro de campo pode ser administrada

Além de destacar as características do jogo de Fabinho Alves, Constantino Júnior ressaltou o perfil do jogador, que já teve problemas com indisciplina dentro de campo em alguns clubes. Segundo o mandatário tricolor, o temperamento explosivo pode ser importante se for bem administrado. 

"É muito importante ter no elenco um jogador que chame a responsabilidade. Ele tem esse estilo. As vezes se tem um elenco muito novo. Ele tem que entender a questão disciplinar, claro, mas é bom ter um jogador mais enérgico. As vezes é importante ter esse perfil explosivo, claro, sendo administrado". 

MAIS NOTÍCIAS

Quer receber notícias pelo whatsapp?