Rádio Jornal

x

ESTELIONATO

Homem é preso após fraudar documentos para receber auxílio-reclusão

Bruno Ramos, de 33 anos, fraudou documentos a fim de receber um auxílio-reclusão de 2013, no valor de R$ 77 mil, do INSS

Publicado em

Rádio Jornal

Foto: Reprodução/ TV Jornal

A Polícia Federal em Pernambuco apresentou, neste domingo, a prisão de um homem suspeito de fraudar documentos pessoais com o objetivo de receber auxílio-reclusão do INSS.

De acordo com a polícia, Bruno Ramos, um pedreiro de 33 anos, falsificou toda documentação e deu entrada na Agência Previdenciária solicitando um auxílio-reclusão retroativo ao ano de 2013 no valor de R$ 77 mil. Ao realizar o procedimento burocrático, foi sacar o valor do benefício em uma agência bancária no município de Vitória de Santo Antão, quando foi autuado pela Polícia Militar que já estava investigando o caso.

Confira os detalhes no flash de Juliana Oliveira:

 

O chefe de comunicação da Polícia Federal em Pernambuco, Giovani Santoro, falou sobre a ação da PM. “De posse da constatação de que toda documentação era falsa, a Polícia Militar foi acionada, ficou esperando ele e quando ele chegou foi o momento oportuno para que os policiais fizessem a prisão. Ele tentou até fugir da agência, mas foi logo detido”, explicou.  



Segundo Giovani Santoro, o suspeito disse à polícia que estava desempregado e que conheceu uma pessoa que o orientou a realizar a fraude. “Agora a Polícia Federal vai prosseguir no sentido de descobrir quem são os integrantes dessa quadrilha que está atuando aqui em nosso Estado com relação ao uso de documento falso para liberação desse auxílio-reclusão”, apontou.

Passagens pela polícia

O suspeito já tem passagens pela polícia pelos crimes de tráfico de entorpecentes e porte ilegal de arma. Bruno Ramos foi encaminhado para o Cotel, em Abreu e Lima, pelo crime de estelionato contra o Instituto de Assistência Social (INSS) e pode pegar de 1 a oito anos e reclusão.

O auxílio-reclusão é um benefício previdenciário concedido aos dependentes do segurado recluso, que esteja cumprindo pena privativa de liberdade em regime fechado ou semiaberto no Sistema Penitenciário Brasileiro.

MAIS NOTÍCIAS