Rádio Jornal

x

DEBATE

Apesar da redução no número de casos de doenças, não é hora de se esquecer do Aedes aegypti

Os infectologistas Heloísa Ramos, George Trigueiro e Vera Magalhães participaram do debate da Supermanhã com Geraldo Freire

Publicado em

Rádio Jornal

Foto: acervo JC Imagem


Depois do susto da epidemia de dengue, zica e chikungunya que atingiu o país inteiro no verão, o momento atual é de queda nas notificações das doenças. De acordo com especialistas, isso é clássico, já que a reprodução dos mosquitos está relacionada a fatores climáticos. O infectologista George Trigueiro alerta para o fato de que este seria o momento ideal para destruir os criadores dos mosquitos Aedes aegypti, evitando que no próximo verão os casos das doenças eclodam novamente.

Foram registradas 280 mortes associadas possivelmente às enfermidades transmitidas pelos mosquitos. Este foi um dos assuntos do debate da Supermanhã, desta terça-feira (19), que recebeu os infectologistas Heloísa Ramos, George Trigueiro e Vera Magalhães. Ouça programa na íntegra:

MAIS NOTÍCIAS